15.3.15

o cavalo redomão


- pai pediu pra eu busca a vaca parida e só tinha o cavalo redomão.
- cavalo o que?
- redomão. quando o cavalo não foi domado direito e cê solta antes. cavalo cheio de mania. pula com cê assim de picada. a sela bate de torcida nesse ossim da bunda. cheguei lá e custei fazer a vaca entender para onde ela queria ir. ela viu que o cavalo era trouxa. o bezerro acuado ali nas asas da vaca, não deixava ela andar. chegou na baixada, perto da casa do homem do amendoim, veio a cachorrada dele e cadê da vaca andar mais? ela virou e veio para cima do cavalo, chifrou a anca dele e ele deu de pular. esporei para ele coicear ela. o besta tinha de se defender.
- deu certo?
- nada, o medo dos cachorro era maior. tive de descer e meter pedra na cachorrada. o homem do amendoim não gosta que xinguem os cachorro dele, mas que que eu podia fazer? não gosta que xingue prende os bicho, né? pior que não pude comprar amendoim. o amendoim dele é caprichoso. ele lava as baga quando colhe e põe para secar, olha só como fica limpa? essa aqui foi mãe que me deu, eles passaram lá antes e tinham comprado. não comprei, porque se ele falasse algo eu teria de olhar no olho dele e xingar.
- viche.
- nisso saiu um motoqueiro de lá e ficou com medo. e eu doido pra vaca vê ele e ir atrás, aí ela voltava a caminhar para casa, mas ela só vinha para cima de mim e eu comendo pedra nos cachorro. depois eles cansaram e voltaram pra dentro. voltei pro cavalo e consegui levar as vaca pra manga do Duardo, mas aí já era noite.

Um comentário:

Unknown disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.