12.6.07

Bruxa Lola



Há dia em que não corre
diferente de outro dia
uma folha no pé de vento.
E o mundo todo, só por isso,
segue rumo desatento.
Bruxa Lola em seu canto
separa folhas,
duas de louro,
duas de coentro.
Vai pra caldeira, prepara ungüento.
Em sua mente borbulham tramas.
Algo entre o bom e o mau intento.
Hoje ele não escapa.
Não antes de seu contento.
texto e imagem: roberta silva.

Um comentário:

líria porto disse...

obrigada pela parte que me retoca!
a foto está belíssima!
beijo