6.3.11

imprudência

não se balança impunemente
uma presa suculenta
diante de uma fera enjaulada



Nenhum comentário: