11.7.07


Para seccionar os olhos
(ou Censura)


Do nada que ainda serei
falta-me apenas o foda-se
Até lá, cuide-se, pois eu vi.

Nasci para ser nada,
nenhuma missão, nenhuma profecia
nada além de apenas ser,
busco a liberdade, você a viu passar?

Pode me ensinar a deixar-me cair nesse abismo?
a matar a pomba branca, diante das crianças,
num dia fiLho da puta?
Ser digno de ensinar que deve se chutar as pombas,
hoje, em dias filhos da puta.
Deve-se? Não? Porque eu quero então????



Para seccionar os olhos
(ou Censura)



Do nada que ainda serei
falta-me apenas o foda-se
Até lá, cuide-se, pois eu vi.

Nasci para ser nada,
nenhuma missão, nenhuma profecia
nada além de apenas ser,
busco a liberdade, você a viu passar?

Pode me ensinar a deixar-me cair nesse abismo?
a matar a pomba branca, diante das crianças,
num dia fiLho da puta?
Ser digno de ensinar que deve se chutar as pombas,
hoje, em dias filhos da puta.
Deve-se? Não? Porque eu quero então????


texto e imagem: roberta silva