25.6.13

Trezena de Nossa Senhora dos Pobres




-Nossa Senhora dos Pobres, que padeceu nos calabouços, lutou pelos injustiçados e agora reina no trono máximo da glória, rogai por nós.
-Mãe dos desempregados, rogai por nós.
(Quer dizer, Mãezinha, não estou desempregada, mas meu salário está defasado, reajustou o salário mínimo e este ano passei a ganhar metade do que eu ganhava.)
-Mãe dos esfomeados, rogai por nós.
(Bem, Senhora, fome, fome não passo, mas mesmo diminuindo a qualidade das compras do mês estou gastando muito mais com comida e minha renda não subiu.)
-Mãe dos ignorantes, rogai por nós.
(Soberana, os meninos estão na escola, mas não consegui pagar este mês. Maria falou para eu colocá-los na escola pública, mas os filhos dela não escrevem e não conseguem somar.)
-Mãe dos desvalidos, rogai por nós.
(É, Protetora, minha filha está na fisioterapia, mas a sessão é muito cara. A clínica da prefeitura só tem estagiários, o plano de saúde come mais que as crianças e não cobre toda a reabilitação).
-Mãe dos descamisados, rogai por nós.
(Altíssima, quanto a isto não se preocupe, conversei com os meninos e estamos nos virando com as roupas dos verões passados.)
Senhora, preciso confessar, peguei esta trezena com a Maria, a moça que fica com meus filhos para eu ir trabalhar. Ela me contou que tem alcançado muita graça e que a vida dela melhorou. Porém, estou pensando aqui, acho que a Senhora não é minha padroeira. Ando tão desesperada não tenho com quem reclamar. Meu patrão disse que faz uns sacrifícios, umas oferendas, vendeu a alma e vive só a prosperar. Não achei correto. Está certo, Santíssima, mãe dos pequeninos, desculpe o incômodo, não quero mais atrapalhar. Se reclamo é que esqueci que eu podia estar pior. Não vou mais tomar seu tempo, está na hora e preciso ir trabalhar.


Roberta Silva

Nenhum comentário: